O primeiro crash test de Opala e Caravan

Você sabia que o primeiro crash test foi de um Chevrolet Caravan?
CPCA2
Campo de Provas da Cruz Alta da GM do Brasil completou 41 anos.
Localizado em Indaiatuba, a 110 quilômetros de São Paulo, em uma área de cerca de 12 milhões de m².

Fato marcante lembrado pelo executivo foi a inauguração, em 1985, da área para teste de impacto em barreira fixa. “Fizemos um grande evento com a imprensa, que assistiu ao crash test bem-sucedido da Caravan”, conta. “Até hoje já fizemos aproximadamente 2.000 testes de impacto no CPCA”, acrescenta.

351E04

Ele também acompanhou, em 1988, a aprovação do projeto da pista circular que até hoje simula uma “reta sem fim”, permitindo realizar testes de elevada velocidade e acúmulo de quilometragem dos veículos em menor espaço de tempo. Hoje a pista tem 4,3 quilômetros de extensão, com inclinações que variam de 4,2% a 56,6% e diâmetro de 1.400 metros.

344E04

O executivo também comandou o desenvolvimento de tantos equipamentos avançados tecnologicamente, cada um para sua época, tais como o freio a disco nas 4 rodas para o Opala, tanque de plástico para o Opala e Kadett, e a direção Servotronic para o Opala.

Fonte: http://www.maxpressnet.com.br/e/gm/gm_27-01-09.html

Túnel do Tempo! 55 fotos dos Opalas que marcaram presença nas competições Divisão 3 e Stock Car

Túnel do Tempo! 55 fotos dos Opalas que marcaram presença nas competições Divisão 3 e Stock Car

Túnel do Tempo! 55 fotos dos Opalas que marcaram presença nas competições Divisão 3 e Stock Car

Túnel do Tempo! 55 fotos dos Opalas que marcaram presença nas competições Divisão 3 e Stock Car